[Guia Completo] Jejum Intermitente: saiba como fazer, benefícios e muito mais

Tempo de leitura: 79 minutos

Você sabe como fazer o jejum intermitente?
Sabe também a respeito de seus benefícios?

Então descubra isso e mais um pouco, neste guia completo sobre o jejum intermitente.

Entenda, no entanto, que além de fazer você emagrecer, o jejum intermitente pode trazer muito benefícios para sua saúde.

Combine-o portanto, em primeiro lugar, com receitas ‘low carb’, juntamente com alguns suplementos emagrecedores e também com alguns tipos de exercícios físicos leves.
E em segundo lugar, você pode combinar o jejum intermitente com emagrecedores (recomendo alguns aqui que funcionam), juntamente com exercícios físicos normais ou mais pesados e, também com uma diminuição considerável de alimentos ingeridos.

E então, observe a consequência, vendo portanto a gordura em excesso do seu corpo desaparecer.

Por isso, venha conosco nessa jornada, e descubra como você pode fazer tudo isso e muito mais.

Vamos lá então?

Contents


Introdução

Você sabia que existem alguns tipos de jejum?!

Pois é, segundo os nossos ou os meus conhecimentos ou até onde sei, existem dois tipos:

  • Jejum seco [normal]
  • Jejum intermitente

Iremos, portanto focar no segundo tópico da lista acima — ao longo deste texto ou post.

Então vamos a ele:


Jejum intermitente

Jejum intermitente: o que é, como fazer, benefícios e muito mais
Jejum Intermitente | Por Wilson Webb ©

Você sabe o que é jejum intermitente?

Saiba, primeiramente, que segundo a: “Wikipedia“, jejum intermitente é um termo genérico para vários horários de refeição que alternam entre o jejum voluntário (ou redução da ingestão de calorias) e o não jejum durante um determinado período.

Já agora, segundo o: “Minha Vida“, jejum intermitente é um método de emagrecimento que visa intercalar períodos de jejum com períodos de alimentação.


Então podemos deduzir com isso, ao meu ou nosso modo de ver, que o jejum intermitente nada mais é, do que um método em que você passará alguns períodos sem comer e beber ou somente sem comer nada. E passará outros períodos, comendo e bebendo normalmente.

Com tempo considerável e elástico, diga-se de passagem, dentro desses dois períodos — comer e não comer.


Termos usados para períodos em que ficamos ‘sem comer’ e, períodos em que podemos ‘comer’

Aproveitando o gancho, falando ainda sobre períodos: “comer e não comer”, um termo usado para tratar do período sem comer [até onde sabemos], é chamado primeiramente de: “Janela de alimentação fechada”. Termo este, no entanto, em que podemos simplificar para: “Janela fechada”.

Agora, se tratando do outro termo usado para tratar do período onde ‘comemos normalmente’, que é a: “Janela de alimentação aberta”, que no entanto, podemos também simplificar este termo para: “Janela aberta”.

E para simplificar, iremos nos referir daqui pra frente, nestes dois termos simplificados mencionadas logo acima. O que neste caso, ficará como: “Janela Aberta” e “Janela Fechada”.


Voltando ao assunto do jejum

Muito bem, deixando de lado agora estes tais termos, iremos voltar a falar do jejum intermitente.
Saiba, antes de qualquer coisa, que a prática deste tipo de jejum é feita por muitos ou muitas pessoas a milhares de anos, seja:

  • Por motivo religioso
  • Para melhora da saúde
  • Para o emagrecimento e para perder peso
  • Por vários outros motivos.


Saiba também, que a cultura de hoje em dia, praticamente condena esse tipo de prática — o que é realmente uma pena.

E pelo fato de muitas pessoas acreditarem em falácias, dizendo que a prática do jejum intermitente faz mal à saúde, temos hoje como consequência, uma população mais obesa e com muitos problemas de saúde que estão relacionados ao excesso de peso e excesso de gordura.

E com isso, as pessoas deixam de colherem os vários benefícios que a prática do jejum intermitente é capaz de realizar.


Portanto, iremos falar sobre alguns benefícios que a prática do jejum intermitente pode trazer para a sua saúde e a de muitas pessoas.


E saiba também, ou entenda que essa prática do jejum intermitente é condenada propositalmente.

No entanto, não é sobre isso que iremos tratar e abordar aqui!
Trataremos do assunto: “jejum intermitente”.


Então vamos a seguir, falar um pouco sobre os benefícios do jejum intermitente!



Benefícios do Jejum Intermitente

Benefícios do jejum intermitente
Benefícios do jejum intermitente | Por Wilson Webb ©

Pois bem, falando agora a respeito dos benefícios do jejum intermitente, podemos dizer que esses tais benefícios são vários, incluindo:

  • Melhora da saúde mental
  • Desintoxicação
  • Melhora do metabolismo
  • Redução de peso
  • Aumento de energia e disposição
  • Autofagia [Renovação celular]
  • Regula níveis de insulina e pressão arterial
  • Auxilia grandemente no controle do peso ideal, e muito mais.

Com isso, podemos observar que a pessoa que pratica o jejum intermitente, passa a obter benefícios que vão além do emagrecimento e perda de peso. Benefícios esses que podem estar diretamente ou indiretamente ligados.

Por isso para te auxiliar em mais informações, falando a respeito dos benefícios do jejum intermitente, logo abaixo, iremos “esmiuçar” um pouco ou ir um pouco mais a fundo sobre cada um dos 8 tópicos da lista acima…


8 benefícios do jejum intermitente — um a um

Muito bem, nessa parte do texto, iremos tratar um pouquinho mais a fundo a respeito dos benefícios do jejum intermitente. Falando de cada um dos oito tópicos da lista encontrada mais acima. Então vamos aos tópicos, um a um:


Melhora da saúde mental

Saiba, primeiramente que o jejum intermitente pode melhorar e muito a sua saúde mental ou a de quem o pratica constantemente — isso é algo que está comprovado.

E por isso, podemos também dizer com propriedade, que isso é realmente verdade.

Afirmamos isso, por sentir vários destes tais benefícios na pele, ou seja, por experiência própria.


E sabendo disso, podemos dizer que a prática do jejum intermitente vai ajudar a restaurar e melhorar sua saúde mental, fazendo com que você:

  • Melhore muito sua capacidade de concentração e aprendizado
  • Diminua bastante sua obsessão por comida
  • Possa diminuir o risco do surgimento da depressão, etc.


Saiba, antes de continuarmos, que com a diminuição da obsessão por comida, você será capaz de identificar se sua vontade de comer está relacionada a ansiedade, ao tédio ou se realmente está mesmo com fome.

E isso lhe ajudará a identificar a fome real e a evitar a fome emocional, conseguindo também com isso, manter seu peso ideal depois de emagrecer.


Agora, para te auxiliar em mais informações sobre este assunto, iremos compartilhar um artigo interessante, para você ler depois, do acervo do: “A voz da serra” — “A importância do jejum para o cérebro”.


Além disso, o jejum intermitente vai fazer com que seu intestino passe a funcionar corretamente. Isso irá auxiliar bastante a melhora da saúde mental. Portanto, falaremos mais sobre isso a seguir…


O intestino é como se fosse o nosso segundo cérebro

Saiba porém que o bom funcionamento do intestino, vai colaborar bastante na eliminação das gorduras absorvidas e, como dito anteriormente, colaborar principalmente para a nossa saúde mental.

Entenda, no entanto, que a nossa saúde mental e o intestino, podem estar mais ligados entre si além daquilo em que podemos imaginar.


Para se ter ideia, o fato do jejum intermitente estar relacionado a melhora da saúde mental, em primeiro lugar, é que ele vai favorecer o bom funcionamento do intestino. Que por sua vez, em segundo lugar, vai favorecer o bom funcionamento do cérebro.

Favorecendo assim, em último lugar, a diminuição da ansiedade, estresse. E pode também diminuir alguns sintomas da depressão.

Como consequência disso, com a diminuição da ansiedade e estresse, você passará a desejar comer bem menos e dar menos importância aos alimentos que são mais ricos em carboidratos.

Além disso, você passará a ter ainda mais poder para identificar a fome real da fome emocional, passando também, como consequência, a ter mais autocontrole.


Agora indo para o próximo tópico, veremos a seguir um outro benefício do jejum intermitente: “desintoxicação”…


Desintoxicação

Com o excesso de peso, sedentarismo e consumo exagerado de alimentos — principalmente os industrializados —, o organismo não pode eliminar do corpo as toxinas existentes dentro dele.

O que num caso como este, a prática do jejum intermitente, vai ajudar bastante na eliminação dessas tais toxinas, prejudiciais ao seu corpo e organismo.

E para conseguir eliminar as toxinas, você terá que praticar no mínimo o jejum intermitente de 16h ou 16/8.

Além disso, saiba também que a desintoxicação do corpo, pode ajudar a prevenir várias doenças que podem surgir ao longo do tempo, incluindo doenças como o câncer, por exemplo. Isso defendido por vários especialistas que defendem a prática do jejum intermitente.

Portanto aprenda, a praticar o jejum intermitente e, a comer moderadamente no período de ‘janela aberta’, para assim melhorar sua saúde, ajudando a evitar o surgimento de várias doenças, como o câncer por exemplo.


Continuando com os benefícios do jejum intermitente, outro benefício, além dos dois já citados, é a: “Melhora do metabolismo”. Veremos ou falaremos um pouco mais sobre ele a seguir…


Melhora do metabolismo

Antes de prosseguirmos, entenda que para conseguir perder peso com êxito através do jejum intermitente, o metabolismo precisa estar funcionando bem no seu corpo.

No início da prática do jejum, provavelmente você estará comendo além da conta, até mesmo sem ter vontade de comer, por muitas vezes.
O que neste caso, come por estar com uma fome emocional e não por estar com uma fome real.

Isso faz com que o seu metabolismo esteja funcionando quase que parando ou bem lentamente no seu corpo.


Por isso, você precisa praticar o jejum intermitente para ativar e/ou acelerar o seu metabolismo.

Se quiser acelerar este processo mais ainda, procure praticar alguns tipos de exercícios físicos.
Praticar a caminhada ou andar de bicicleta, são exercícios bons pra isso.


Agora, para somente ativar o metabolismo com o jejum intermitente, você precisa iniciar no mínimo, o método ou protocolo mais leve.

Isso é para com que sua mente comece a se acostumar com a prática do jejum.


Portanto, para se iniciar no jejum intermitente, comece com o jejum de 12h [12 horas] — este é o método mais leve e fácil.

E depois de se acostumar com o jejum de 12h, parta para o próximo nível, que neste caso pode ser o de: 14h, 16h ou 16/8.


Quando você começar a praticar os protocolos do jejum que vão além das 16h, daí então você vai começar a perder peso, percebendo já alguma diferença — mesmo que essa diferença seja pouca ainda.


E lembre-se que, para ter um emagrecimento mais acelerado e satisfatório, tente conciliar o jejum intermitente e o bom funcionamento do metabolismo com outras práticas, como:


Então, comece hoje mesmo a praticar o jejum intermitente de no mínimo 12h.

Vá fazendo até com que você, seu corpo e sua mente possam se acostumar. Daí então, vá para os métodos ou protocolos mais avançados.


Veremos a seguir outro e não menos importante benefício do jejum intermitente, a: “Redução de peso”…


Redução de peso

Saiba que o jejum intermitente, ao nosso modo de ver, é mais praticado hoje em dia com a intenção de reduzir e perder peso.

Ele funciona muito bem para isso.

Portanto, quando você começar a praticar no mínimo o jejum intermitente de 16h ou 16/8, você estará indo além da melhora e aceleração do metabolismo. Você estará com isso, trabalhando para com que ocorra a tão desejada redução de peso.


Agora, para reduzir peso e medidas de uma forma mais rápida e agressiva, é preciso iniciar a prática do jejum de no mínimo 24h [24 horas]. Alertando você, para NÃO partir diretamente para o método ou protocolo do jejum de 24h.

Por isso, vá subindo de escala, método após método. Para com que seu corpo e mente possa se acostumar com as práticas ou métodos.

Somente daí então, você poderá iniciar um método ou protocolo que seja mais avançado.


Agora, teremos que lembrar sempre que somente praticar o jejum intermitente, pode trazer resultados bem mais demorados — como consequência.

O que neste caso, se torna algo inviável e que pode fazer você desistir de reduzir seu peso e suas medidas.

Então, primeiro, para com que possamos evitar que isso ocorra e, segundo, para com que você possa ter uma redução de peso mais rápida, com o jejum intermitente, combine-o (como dito anteriormente):

  • Com alguns emagrecedores [RECOMENDO: “Detox Caps” E/OU “Sibutramin”]
  • Também com exercícios físicos [se os exercícios forem BEM MODERADOS, pode combinar com ‘low carb’]
  • Com POUCAS QUANTIDADES DE COMIDA
  • Com receitas ‘low carb’
  • OU com exercícios físicos mais pesados.


E lembrando também que, você pode escolher entre exercícios físicos mais pesados OU receitas ‘low carb’. Nem pense em misturar os dois, é preciso escolher entre um e outro.


Bem, espero que esteja guardando todos os benefícios até aqui. Ainda tem mais alguns pela frente.
Vamos agora para o próximo benefício então: “Aumento de energia e disposição”…


Aumento de energia e disposição

Ao praticar o jejum intermitente e conseguir eliminar toxinas, acelerar o metabolismo e reduzir medidas, como consequência disso, você vai sentir que está mais leve e terá mais disposição para executar as simples tarefas do dia a dia.

Além disso, você vai sentir que está com mais agilidade. Estará sentindo mais leveza e até menos peso no corpo, ficando com um sentimento de que sua alma está um pouco mais leve também.

Quando você chegar nessa fase, você vai querer praticar o jejum intermitente ainda mais, sabendo que ele realmente pode te trazer resultados.

Como consequência, isso pode tornar a prática do jejum bem mais fácil de ser executada.

E quando isso acontecer, você estará com um potencial enorme para partir para os métodos mais avançados do jejum intermitente — conseguindo assim, ter mais resultados ainda.


Muito bem, continuando agora com os outros benefícios, este a seguir, talvez seja um dos mais importantes: “Autofagia”…


Autofagia [Renovação celular]

Saiba também, antes de irmos além, que a prática do jejum intermitente e, outras práticas como: exercícios de alta intensidade (HIIT) e restrição ao consumo de carboidratos — ativa e estimula a autofagia.

Isso, comprovado por vários estudos e afirmado por alguns cientistas, segundo o portal: “BBC News” — pelo que entendemos.


Então, a autofagia, nada mais é do que uma renovação que ocorre em nível celular, onde será executada uma limpeza no seu organismo, fazendo com que células mortas sejam eliminadas.

Sendo assim, pode chegar a ser um processo que pode reduzir muito a probabilidade do surgimento de algumas doenças — que podem chegar a ser graves.


Além disso, este processo pode fazer a pessoa, em primeiro lugar, perder peso. E em segundo lugar, aumentar sua longevidade.

Ou seja, é uma grande auxiliadora na perda de peso e pode fazer com que você viva mais — se a mesma (autofagia) estiver ativada em seu corpo.


Agora, ainda segundo o portal: “BBC News”, em 2016, o cientista japonês Yoshinori Ohsumi ganhou o Prêmio Nobel de Medicina por suas descobertas sobre os mecanismos da autofagia. Estes mecanismos levaram a uma melhor compreensão de doenças como Parkinson e demência.

Desde então, companhias farmacêuticas e estudiosos têm corrido para encontrar medicamentos que estimularão o processo, e especialistas em dieta e bem-estar têm aproveitado a onda alegando que o processo pode ser induzido naturalmente por jejum, exercícios de alta intensidade e restrição ao consumo de carboidratos — segundo o portal: “BBC News”.


E para ativar e estimular este processo da autofagia, procure — com auxílio do: “Sibutramin” e/ou “Detox Caps” —, executar o jejum intermitente de 5:2 ou, execute pelo menos o jejum de 24h por duas vezes durante uma semana.


Também para saber mais sobre este assunto, entre no portal da “BBC News | Brasil” (link presente em um dos parágrafos acima).


Muito bem, partindo agora para um benefício tão importante quanto os outros, veremos a seguir: “Regula níveis de insulina e pressão arterial”…


Regula níveis de insulina e pressão arterial

Com a ativação e estimulo primeiramente da autofagia, e seguindo com a eliminação das células mortas, será eliminada também, após isso, uma boa parte de gorduras que estavam presentes no sangue, podendo reduzir assim a pressão arterial — pelo nosso modo de entender.

E com isso, com um funcionamento menos sobrecarregado dos órgãos, devido a ativação da autofagia, o pâncreas é um dos órgãos que pode passar a funcionar melhor — por exemplo.


Existem casos de pessoas, ao redor do mundo, que estavam pré-diabéticas, que se curaram depois de conseguir emagrecer.

Tenha em mente que, NÃO estou dizendo que a pessoa vai se curar de doenças se conseguir emagrecer da maneira passada aqui.
Estou dizendo aqui, que existiu alguns casos no mundo.

Porém, com um funcionamento mais adequado dos órgãos, a pessoa doente poderá ter mais facilidade para controlar a diabetes e hipertensão.

Isso, NÃO ocorrerá com todos, dependendo claro, de cada caso. Têm casos que pode acontecer sim e têm casos que não.


Só que mesmo que a pessoa continue doente de alguma forma — depois de emagrecer —, com a redução dos níveis de insulina e pressão arterial, consequentemente já vai ajudar bastante a controlar essas doenças.



Observe que, até agora, a prática do jejum intermitente, pode trazer muitas vantagens para quem o coloca em prática.


Pois bem, partindo agora para o próximo benefício a seguir, e um dos mais importantes para quem emagrecer: “Auxilia no controle do peso ideal”…


Auxilia no controle do peso ideal

Ao nosso modo de ver aqui, o jejum intermitente, NÃO é uma dieta, e sim um novo estilo de vida para a pessoa que o adota.

Portanto, mesmo depois de conseguir emagrecer com o jejum intermitente, a continuidade de sua prática vai fazer com que a pessoa ou você possa manter o peso depois de emagrecer — evitando assim o famoso efeito sanfona.

E para conseguir manter o peso, você terá que continuar praticando o jejum de no mínimo 12h. E também perder qualquer tipo de compulsão por alimentos, ou seja, precisa continuar comendo MODERADAMENTE sempre.

Caso contrário, você poderá “recuperar” todo o peso que conseguiu perder.

Para conseguir portanto, manter seu peso, é preciso prosseguir com a prática do jejum.
Você pode no entanto, chegar a relaxar um pouco, agora deixar de praticar jamais.



A seguir, um pouco mais sobre os benefícios do jejum intermitente…



Um pouco mais sobre benefícios

Estendendo um pouco mais sobre este assunto, na nossa busca de mais informações, encontramos um artigo, do site: “Instituto Melo – Os Benefícios do Jejum Intermitente“, onde relata sobre uma pesquisa a respeito dos benefícios desse tipo de jejum.

E segundo essa pesquisa, os benefícios do jejum intermitente são:

  • Otimização do metabolismo
  • Melhor função cognitiva
  • Menor incidência de câncer
  • Melhor imunidade
  • Maior longevidade
  • E melhor controle do peso.


Portanto, juntando todos esses benefícios, incluindo estes e os outros citados mais acima, a prática do jejum intermitente pode fazer muito bem à saúde de uma pessoa.


Só que, um lado ruim que pode existir, é que o jejum intermitente pode ser um pouco difícil de ser colocado em prática.

E foi pensando nisso, que falo bem mais abaixo sobre: “como fazer o jejum intermitente”.


Saiba também que o AUXÍLIO de alguns emagrecedores [principalmente os que estamos recomendando], podem e vão facilitar bastante também a prática do jejum intermitente.

Por isso, estamos recomendando emagrecedores que além de auxiliar na eliminação das gorduras absorvidas, vão AJUDAR a diminuir a ansiedade e acalmar a pessoa, facilitando assim a prática e execução com muito êxito do jejum intermitente.


Dicas

Lembrando que esse tipo de prática trará muito mais resultados para emagrecimento e perda de peso, se for combinado com receitas “low carb” OU com a prática de exercícios físicos.

Também com auxílio de suplementos emagrecedores (como dito anteriormente) — NA NOSSA EXPERIÊNCIA E OPINIÃO.

E pode dar certo também se você fizer o jejum de 24h, no mínimo.

Daí você pode comer o que quiser, só que de forma bem moderada, juntamente com alguns exercícios físicos — recomendo a caminhada.


Agora uma boa alternativa para o jejum intermitente e que pode trazer um emagrecimento mais rápido, é: o jejum seco ou normal, onde falaremos mais um pouco sobre ele logo a seguir…



Jejum seco ou comum: outra alternativa além do jejum intermitente

Como uma alternativa, além do jejum intermitente, que com certeza é mais eficiente e também mais difícil de colocar em prática, é o: Jejum seco ou comum.

Nesse tipo de jejum, você terá que evitar além da comida, também evitar a bebida. Ou seja, terá que ficar um período sem comer e beber.

Agora se você quiser, pode tentar fazer o “jejum seco”.

Ele no entanto, como dito anteriormente, tem um problema de ser bem mais difícil de ser colocado em prática e de ser executado em relação ao jejum intermitente.

Só que a vantagem pode ser bem compensadora. Porque com o “jejum seco”, quando você terminar um período, você pode comer o que quiser no período de “janela aberta” — não se esquecendo de comer EM POUCAS QUANTIDADES.

Leia também: “Como consegui emagrecer 12kg’s em um mês com o jejum“.
No post ou texto que compartilho no link acima, falo sobre algumas experiências que tive com o “jejum seco” ou jejum comum.



Agora voltando aqui para o jejum intermitente, vamos ver agora as contra indicações deste tipo de jejum.

Quer saber portanto, mais abaixo, se você se encaixa em alguma delas? E também se pode fazer ou não o jejum intermitente?!



Contraindicações do jejum intermitente

Contraindicações do Jejum Intermitente
Contraindicações do Jejum Intermitente | Por Wilson Webb ©

Saiba, portanto, que o jejum intermitente, NÃO pode ser praticado por todos — segundo alguns especialistas.
E por causa disso, existem algumas contraindicações.

Por isso, descubra agora se você se encaixa em algumas delas.

Vamos descobrir então?

Segundo vários especialistas, o jejum intermitente NÃO é indicado para:

  • Crianças e adolescentes
  • Pessoas com doenças crônicas
  • Gestantes [mulheres grávidas]
  • Lactantes [mulheres que estão amamentando].


Analisando a lista acima, eles podem ter razão em vários aspectos.
Portanto, veremos com mais detalhes a respeito de cada tópico dessas contraindicações.
Vamos lá então:


Crianças e adolescentes

Crianças e adolescentes - contraindicações jejum intermitente
Crianças e adolescentes – Contraindicações do jejum intermitente | Por freepik – br.freepik.com

Se tratando a respeito de crianças e adolescentes, muitos especialistas dizem por aí que não é recomendado que uma pessoa abaixo de 14 anos de idade faça ou pratique o jejum intermitente.

Podemos dizer, no entanto, que eles tem um pouco de razão quando falam sobre isso, desde que seja para uma criança ou adolescente que está no seu peso ideal ou com um peso próximo do ideal.

Daí, neste caso, a criança ou adolescente NÃO precisa recorrer ao jejum intermitente. É só agir normalmente em cada uma dessas fases da vida e, tomar algum cuidado para não engordar.

Agora, quando uma criança ou adolescente está muito acima do peso, é sempre bom mudar alguns hábitos alimentares, como:

  • diminuir o número de refeições por dia
  • aumentar o intervalo entre elas
  • e por muitas vezes, substituir alguns alimentos por outros.

Portanto, ao nosso modo de entender, o jejum intermitente não é recomendado para crianças e adolescentes que estão próximos ao seu peso ideal.

Agora para crianças e adolescentes que estão acima do peso, neste caso, pode tentar praticar o jejum intermitente, desde que seja num método considerado leve — o que neste caso seria o jejum intermitente de 12h para menos.

Por isso, a contraindicação do jejum intermitente para crianças e adolescentes, PODE CHEGAR A SER UM MITO.
Trataremos um pouco a respeito disso a seguir…


A contraindicação do jejum intermitente para crianças e adolescentes, PODE SER um mito

E quando alguém está em fase de crescimento, sempre é bom procurar se alimentar corretamente.

Agora se a criança ou adolescente levar uma vida sedentária, então neste caso, é bom começar a mudar alguns hábitos para sair do sedentarismo.

E se a criança ou adolescente, estiver muito acima do peso, já neste caso, pode procurar fazer o jejum intermitente.

Só precisa se lembrar de que a criança ou adolescente, pode fazer o jejum intermitente de 12h ou menos, aproveitando nesse período de “janela fechada”, as suas horas de sono.


E por quê achamos isso?

Procure observar, como existem crianças ou adolescentes acima do peso. Que mesmo saindo de casa ou brincando com “amiguinhos”, mantém seu peso atual que, por muitas vezes, NÃO é o peso ideal.
Ou seja, ela está acima do peso e não perde peso algum.


Procure reparar também que, ao longo dos anos, os brinquedos das crianças e dos adolescentes ficaram mais tecnológicos e estão cada vez mais avançados.

Como consequência disso, a criança ou adolescente, não gasta muita energia, que foi ingerida e adquirida.

A tendência disso, é fazer com que a pessoa [criança ou adolescente], ganhe cada vez mais peso, desenvolvendo por muitas vezes doenças que normalmente surgiriam em sua fase adulta.


Então, por isso, também DEPENDENDO DO CASO, achamos que a contraindicação do jejum intermitente para crianças e adolescentes, PODE CHEGAR A SER um mito.

Lembrando, que cada caso é um caso.


E lembrando também que em caso de dúvidas, procure orientação médica.



Segundo a “OMG — Organização Mundial da Saúde“, a obesidade infantil é uma epidemia mundial.
Você pode ler esse conteúdo do portal/site ‘Folha Vitória‘: “Obesidade Infantil é um dos maiores problemas de saúde pública no Brasil“.



Pois bem, terminando este tópico a respeito das contraindicações — para crianças e adolescentes — do jejum intermitente, iremos agora para o próximo tópico das contraindicações, que é: “Pessoas com doenças crônicas”.


Pessoas com doenças crônicas

Neste caso, se você possuí algum tipo de doença em que você precise manter sua alimentação no horário, recomendo muito que procure um médico ou endocrinologista para com que possa fazer o jejum intermitente com um bom acompanhamento.

Por isso, existe um bom fundo de verdade nesta contraindicação. O que faz com venhamos a deixá-la um pouco de lado.

E lembrando, como dito anteriormente: “Cada caso é um caso”.


Portanto, recomendamos bastante que você pesquise pelos conteúdos do: “Dr. Lair Ribeiro”. Ele é um médico renomado, que defende muito a prática do jejum intermitente. Você pode encontrar mais informações relevantes através dos conteúdos dele.

Também existe um artigo que fala que a prática do jejum intermitente pode melhorar a diabetes e alguns casos, a pessoa portadora da doença pode chegar até a ser curada da mesma. Então dê uma olhada, caso te interesse: “Dr. Juliano Pimentel — Pâncreas Pode Ser Regenerado Através Do Jejum Intermitente!“.


Terminando portanto, essa parte, vamos agora para o próximo tópico das contraindicações do jejum intermitente que é: “Gestantes e Lactantes”.


Gestantes [mulheres grávidas] e
Lactantes [mulheres em fase de amamentação]

Gestantes e lactantes - contraindicações jejum intermitente
Gestantes e lactantes – Contraindicações do jejum intermitente | Por dashu83 – br.freepik.com

E assim como nos tópicos anteriores, o jejum intermitente, também não é recomendado, para gestantes e lactantes.

Isso dito e defendido por muitos especialistas.


Gestantes

Por isso, uma das razões, que achamos que tem bastante lógica, é que existe uma outra pessoa [bebê em formação] dentro dela [a mãe], para se alimentar.

Essa pessoa, no entanto, está em formação e não necessita de nenhum tipo de jejum. Assim como a pessoa que a leva no ventre, também não necessita — pelo menos não necessita naquele momento.

Por isso, esse método para gestantes, seja para emagrecimento ou por qualquer outra razão, NÃO É RECOMENDADO.

Agora, a pessoa que vai ser mãe, precisa esperar até o bebê nascer e poder desmamar, para assim então fazer ou executar o jejum intermitente.


Lactantes

Mesmo depois de o bebê nascer, é preciso esperar até que o bebê ou criança venha a desmamar — como dito anteriormente.

Lembrando que em caso de dúvidas, procure orientação médica.


Abaixo cito alguns artigos ou posts de sites para poder ajudar em mais informações.


Os artigos podem fugir um pouco do assunto a respeito do jejum intermitente.

Porém, resolvemos compartilhar mesmo assim.
Esperamos que possam ser bastante úteis e que você venha a gostar:

Este artigo, fala sobre a importância do leite materno e também sobre uma dieta especial:
Wickbold — A importância do leite materno“.

Veja também sobre a importância do leite materno para a criança:
Hospital São Matheus — Amamentação: Conheça a importância e os benefícios do leite materno“.

E também sobre alguns benefícios do leite materno:
Bebe.com.br — 8 Benefícios do leite materno para a saúde do bebê“.


TODOS (inclusive crianças e adolescentes, pessoas com doenças crônicas, gestantes e lactantes), já praticam PARCIALMENTE o jejum intermitente

Entenda que, todas as pessoas, até onde sabemos, já praticam sem querer o jejum intermitente — de uma forma parcial.


Quer saber como?

Um bom exemplo é quando estão dormindo ou no seu período de sono, por exemplo.


Então, inconscientemente, já praticamos o jejum intermitente de uma forma parcial — lembrando.


Também no caso da pessoa ficar sem ingerir nada durante 12 horas, daí a mesma já estará fazendo o jejum intermitente — mesmo, por muitas vezes, sem querer ou mesmo sem ter consciência disso.

E em um caso como este, se a pessoa fica 12 horas sem ingerir nada, contando ‘claro’ com o período do sono e ainda assim está acima do peso, sem conseguir emagrecer, então o que ela deve fazer no mínimo, é: combinar essas 12 horas com um pouco de exercícios físicos.

E também, caso for comer o que quiser, procurar diminuir a quantidade de alimentos ingeridos — ou seja, ela precisa comer menos.


Requisitos mínimos para com que o jejum intermitente funcione

Agora, para com que o jejum intermitente funcione —, É PRECISO COMBINÁ-LO, por exemplo, COM:

  • Exercícios físicos
  • Mais uma considerável diminuição de comida ingerida
  • Juntamente com alguns tipos de emagrecedores — [“Sibutramin” e/ou “Detox Caps” vão te ajudar com isso].


Agora para com que o jejum intermitente funcione — NO CASO DAS CRIANÇAS E/OU ADOLESCENTES —, é preciso combiná-lo com exercícios físicos e uma considerável diminuição de comida ingerida.

E para as crianças, que estão acima do peso e que também estão em fase de crescimento, procurar fazer o jejum de 12h, e não se esquecendo de gastar mais energia do que ingere.

Se isso acontecer, ela vai crescendo ou terminando de crescer e vai também emagrecendo nesse processo — se for o caso [claro] dela estar acima do peso.


Finalizando essa etapa das contraindicações

E finalizando agora essa etapa das contraindicações, queríamos dizer antes de continuarmos, que sempre é muito bom pesquisar mais sobre as tais.

Lembrando que, caso a pessoa se encaixe em alguma dessas contraindicações e, resolver praticar mesmo assim o jejum intermitente, isso será então “POR CONTA E RISCO DE QUEM PRATICAR”.

Essas contraindicações do jejum intermitente, consideradas mais perigosas, como:

  • pessoas com doenças crônicas
  • gestantes e lactantes

É sempre bom saber a opinião de um médico.
Isso valerá também, para com que ele(a) possa passar um regime ou dieta mais adequada para quem precisa.


Agora, recomendamos muito também, que você procure pelos conteúdos [principalmente no “Youtube“], do ‘Dr. Lair Ribeiro’ — como dito anteriormente.

Ele é um médico renomado, com muitos anos de experiência, e que defende bastante a prática do jejum intermitente — até onde sabemos.

E procure saber também se ele recomenda o jejum intermitente para pessoas que se encaixam nessas contraindicações.



Então é isso. Vamos descobrir agora como fazer o Jejum intermitente?!



Como fazer o jejum intermitente?

Como fazer jejum intermitente
Como fazer jejum intermitente | Por Wilson Webb ©

Depois de termos visto e aprendido sobre tudo o que vimos, finalmente chegamos nessa etapa do texto.

Antes de continuarmos, gostaríamos de dizer primeiramente, que o jejum intermitente pode envolver algumas práticas e coisas que você deve fazer e, também deve evitar de fazer, para com que ele possa realmente dar certo.


Ok, mas como fazer o jejum intermitente?


Mais abaixo, explicaremos com mais detalhes de como fazer o jejum intermitente.
Lembrando que antes disso, não se esqueça, que este tipo de jejum envolve:

  • Períodos de janelas de alimentação, como:
    • Janela aberta
    • Janela fechada
  • Dentro desses períodos de ‘janela fechada’, você pode escolher ingerir líquidos como:
    • Água [com ou sem gás]
    • Chá [sem açúcar ou adoçante]
    • e Café [sem açúcar ou adoçante].


Pois bem, sabendo disso, agora entenda que existem várias maneiras de como fazer este tipo de jejum.

Saiba agora portanto, como fazer o jejum intermitente.
Iremos relatar aqui, pelo menos 4 maneiras de como executá-lo.
Essas tais maneiras, portanto, são aquelas que consideramos que são as mais conhecidas:

  • 12h
  • 16/8
  • 24h
  • 5/2

E os mais conhecidos dentre esses são:

  • 16/8
  • 24h


Mais abaixo, citaremos com mais detalhes sobre cada uma dessas 4 formas ou maneiras.


As 4 maneiras de como fazer ou executar o jejum intermitente

Sem mais delongas, vamos então conhecer mais a fundo essas 4 maneiras ou formas.
Então, vamos a elas:


1 – Como fazer o Jejum Intermitente de 12h

Como fazer jejum intermitente de 12h
Como fazer jejum intermitente de 12h | Por Wilson Webb ©

Esse tipo de jejum, consiste em jejuar por um período de 12 horas direto — 12h no período de “janela fechada”.
E no período seguinte [próximas 12h de período de “janela aberta”], você vai comer normalmente e MODERADAMENTE [NÃO SE ESQUEÇA DISSO].

E por causa desse período de 12h de jejum, ele é considerado o tipo mais comum de jejum intermitente, e também o mais FÁCIL de ser executado em comparação aos outros, porque você poderá aproveitar as suas horas de sono dentro deste período.

Além disso, para ter um emagrecimento ou para conseguir perder peso de uma maneira mais satisfatória, procure combinar o jejum intermitente de 12h com receitas e/ou alimentos “low carb”, também com auxílio de emagrecedores — como dito anteriormente.

Você pode escolher entre: “receitas low carb” e “exercícios físicos”. Não é bom misturar os dois, por isso, escolha entre um e outro.

Dica: para com que seu corpo, sua mente e você possa se acostumar com a prática do jejum intermitente, recomendo que você comece com este aqui de 12h de “janela fechada”, aproveitando suas horas de sono durante esse período.


Como executar o jejum intermitente de 12h?

Quero dizer, primeiramente, que este tipo de jejum, pode ser executado todos os dias.
Isso, claro, se você colocar em prática o que está sendo passado aqui.

Você pode portanto, executá-lo da seguinte maneira:

  1. Pare de comer 10 horas da noite
  2. Procure beber no máximo 1,5 litro de: água com ou sem gás [sem gás de preferência], chá [sem açúcar ou adoçante], café [sem açúcar ou adoçante] — quando não estiver dormindo
  3. Não coma nada até umas 10 horas da manhã do dia seguinte
  4. Depois desse horário, faça o desjejum bebendo água
  5. Ingerir UMA (1) cápsula ou comprimido de algum emagrecedor [para te auxiliar no processo do jejum intermitente e na eliminação das gorduras absorvidas]
  6. Meia hora depois do desjejum, você pode escolher entre tomar o café da manhã ou esperar até a hora do almoço
  7. Coma MODERADAMENTE, as refeições e petiscos durante o restante do dia.

Pequenas dicas

E vá fazendo este processo para o dia seguinte também — se quiser.

Se levar isso bastante a sério, você pode com certeza executá-lo todos os dias.

Lembrando que o horário na execução, vai de acordo com aquilo que você decidir.
Exemplo: se você dormir umas 10 horas da noite, então comece o jejum de 12h, às 8 da noite. E vá até às 8 da manhã do dia seguinte — onde após isso, você pode executar o desjejum.

E não se esqueça que: se você usar um bom emagrecedor [logo no final deste texto, recomendo alguns], juntamente com meia hora de exercícios físicos diários, você pode tornar o jejum intermitente de 12h, mais satisfatório.


Então, terminado este aqui, vamos agora ao próximo tipo de como fazer o jejum intermitente: o de 16/8…


2 – Como fazer o Jejum Intermitente: 16/8

Como fazer jejum intermitente 16/8
Como fazer jejum intermitente 16/8 | Por Wilson Webb ©

Este método ou protocolo: “16/8”, é um dos mais conhecidos tipos de jejum, onde é chamado também de: “Sistema Leangains”.

Ele é conhecido também como: “Jejum de Tempo restrito”.

Com ele, você vai ficar várias horas do seu dia no período de “Janela fechada”. Essas horas de janela fechada, serão iguais a 16 horas sem comer nada.

E nas próximas 8 horas do dia, ficar de “janela aberta”, onde você vai comer normalmente e moderadamente.
E com isso, 16h “janela fechada” + 8h “janela aberta” — estará completando assim as 24h do dia, fazendo o jejum intermitente de 16/8.

Só não esqueça de encaixar as suas horas de sono, dentro do período de 16 horas.


Você sabe o que significa 16/8?

O significado de 16/8 quer dizer que você fará 16 horas de jejum e 8 horas de não jejum — conforme foi explicado mais acima.


Como posso executá-lo?

Você pode executar o jejum intermitente de 16/8, da seguinte maneira:

  1. Pare de comer umas 10 horas da noite
  2. Se não dormir, dentro desse período, você pode beber [1,5L no máximo]: água [com ou sem gás], chá [sem açúcar ou adoçante], café [sem açúcar ou adoçante]
  3. No caso de parar de comer às 10 horas da noite, fique sem comer até umas 2 horas da tarde [14 horas] do dia seguinte
  4. Depois desse período, faça o desjejum bebendo água
  5. Ingerir UMA (1) cápsula ou comprimido de algum emagrecedor [para te auxiliar no processo do jejum intermitente e na eliminação das gorduras absorvidas]
  6. Meia hora depois do desjejum, você pode escolher entre tomar o “café da manhã” ou pular direto para o almoço
  7. NÃO se esqueça de comer MODERADAMENTE durante o restante do dia
  8. Coma até umas 10 horas da noite.

Pequenas dicas

E com isso, seguindo estes passos, você vai completar o jejum intermitente de 16/8 — por um dia.

Lembrando que você pode executar este ciclo todos os dias — se assim desejar.

Agora, no caso do horário, você pode impor um horário que seja mais adequado pra você.
O horário citado no passo a passo acima, é somente um exemplo.

Você pode, por exemplo, parar de comer umas 8 horas da noite [20 horas], e ir até às 12 horas [meio dia] do dia seguinte, para assim fazer o desjejum.


E para tornar o emagrecimento com o jejum intermitente de 16/8 ainda mais satisfatório, escolha entre: se alimentar com receitas ‘low carb’ OU praticar exercícios físicos, mais auxílio de algum tipo de emagrecedor [logo, quase no final deste texto, cito e indico alguns tipos].


Completado este, vamos agora para o próximo modo de como fazer o jejum intermitente: o de 24h.


3 – Como fazer o Jejum Intermitente de 24h

Como fazer jejum intermitente de 24h
Como fazer jejum intermitente de 24h | Por Wilson Webb ©

Esse jejum de 24h, é conhecido também como: “jejum de Dia Alternado — JDA”.


Você sabia que este jejum é um dos que mais trazem resultados?

Pois é, depois de se acostumar com a prática do jejum intermitente de 12h e também o de 16h ou 16/8, você terá mais facilidade para executar este jejum de 24h.


Ele basicamente consiste em fazer o jejum num período de 24 horas direto de “janela fechada”.

Claro que você pode escolher executá-lo em dias alternados. Mas, o que recomendamos, principalmente para quem está iniciando esse tipo de jejum intermitente, é de executá-lo NO MÁXIMO, umas 3 vezes por semana.

Logo depois que você acostumar com a prática, pode passar a executá-lo em dias alternados.


Como executá-lo?

Primeiramente, você precisa planejá-lo, um dia antes de executá-lo.
Após isso, você pode executar o jejum intermitente de 24h, nestes 7 passos a seguir:

  1. Pare de comer umas 6 horas da noite [18 horas]
  2. Se for tomar água, chá, café, procure tomar uns 2L [em média] de água com ou sem gás [sem gás de preferência], chá sem açúcar ou adoçante, café sem açúcar ou adoçante
  3. Procure se ocupar com algumas tarefas e/ou ocupar a mente para NÃO ficar pensando em comida
  4. Ao chegar nas 6 horas da tarde [18h] do dia seguinte, faça o desjejum bebendo água
  5. Ingerir UMA (1) cápsula ou comprimido de algum emagrecedor [para te auxiliar no processo do jejum intermitente e na eliminação das gorduras absorvidas]
  6. Meia hora depois, volte a comer MODERADAMENTE
  7. Pare de comer umas 2 horas antes de ir dormir ou pegar no sono.

Pequenas dicas

Fazendo isso, você conseguirá executar o jejum intermitente de 24h, por um dia.

Agora no caso do horário da execução do jejum, você poderá escolher um que seja melhor e mais adequado pra você.
Só precisa ter em mente que você terá que cumprir as 24 horas do período de ‘janela fechada’.


Lembrando que, se você quiser emagrecer de uma maneira mais rápida e mais satisfatória ou PARA TER CERTEZA que este tipo de jejum vai realmente dar certo, você precisa combinar esse jejum de 24h, com receitas “low carb” OU com alguns tipos de exercícios físicos e, também, com auxílio de alguns tipos de emagrecedores.

E nesse jejum de 24h, é preciso seguir um planejamento de no mínimo uma semana.


Muito bem, terminado este, iremos falar agora de como fazer o jejum intermitente: 5/2.


4 – Como fazer o Jejum Intermitente: 5/2

Como fazer jejum intermitente 5/2
Como fazer jejum intermitente 5/2 | Por Wilson Webb ©

Pois bem, falando agora do método ou protocolo: “5/2” ou “5:2”, este consiste em escolher dois dias da semana para executar o jejum de 24h direto de “janela fechada”.
Após completar essas 24h de “janela fechada”, escolha outro dia da mesma semana, para fazer novamente mais 24h de “janela fechada”.

Já nos outros 5 dias da mesma semana, você pode se alimentar normalmente e moderadamente.

E com isso, você vai completar a semana, praticando o jejum intermitente de ‘5/2’ ou ‘5:2’.

Além disso, também é recomendado, que você venha a ingerir — no período de “janela fechada” —, até 400 ou 500 calorias em cada dia que for executar o jejum.


Como executá-lo?

Escolha dois dias da semana para colocá-lo em prática — como dito anteriormente.
Após isso, execute o jejum intermitente ‘5/2’, nesses 8 passos a seguir:

  1. Pare de comer umas 6 horas da noite [18 horas]
  2. Procure tomar uns 2L [em média] de: água com ou sem gás [sem gás de preferência], chá [sem açúcar ou adoçante], café [sem açúcar ou adoçante]
  3. Você pode ingerir, se quiser, até 400 ou 500 calorias, durante o período de ‘janela fechada’
  4. Procure se ocupar com algumas tarefas e/ou ocupar a mente para NÃO ficar pensando em comida
  5. Ao chegar nas 6 horas da tarde [18h] do dia seguinte, faça o desjejum bebendo água
  6. Ingerir UMA (1) cápsula ou comprimido de algum emagrecedor [para te auxiliar no processo do jejum intermitente e na eliminação das gorduras absorvidas]
  7. Meia hora depois, volte a comer MODERADAMENTE
  8. Pare de comer umas 2 horas antes de ir dormir ou pegar no sono.

Observe que estes passos, são quase que exatamente os mesmos passos do jejum intermitente de 24h.
A única diferença, em comparação ao outro, é o número de dias de execução e também a opção que existe neste aqui [5/2] de ingerir até 400 ou 500 calorias por dia no período de ‘janela fechada’.


Opinião sobre ingerir e/ou contar calorias

Na nossa opinião, procure não ingerir nada durante o período de “janela fechada”.

Dizemos isso, porque esse negócio de ficar contando calorias, faz com que você sofra de alguma compulsão alimentar, depois de executar qualquer tipo de regime.

Principalmente se você descobre que o ‘tal’ regime NÃO deu certo.
Pode acreditar, vem uma vontade enorme de “se vingar” e “jogar tudo pro alto”.

E com isso, você passará a comer normalmente e muito — “indo além da conta”.
Isso fará como consequência, você “recuperar” os quilos que foram perdidos [às vezes] com tanto sacrifício, e assim, você acaba desistindo de tentar emagrecer.


No entanto se você consegue fazer jejum, dieta, regime contando calorias ou qualquer coisa do tipo, então vá em frente e tenha sucesso.


Tem dificuldade com o jejum de 24h?

Se pra você for muito difícil ficar 24h direto [de “janela fechada”] sem comer, procure fazer então, algum tipo de jejum onde ele não exija um sacrifício enorme de você.

O que neste caso, você deve começar e executar o jejum de 12h.


Execute portanto o jejum intermitente de 12h, até que você venha a se acostumar com o método.
Após isso, você estará com uma capacidade enorme para prosseguir para os métodos seguintes, facilitando assim a execução de cada um deles.


Finalizando essa etapa

Agora, finalizando essa parte do post ou texto, alerto você para sempre lembrar que:
Para com que essas práticas ou etapas do jejum intermitente possam dar certo, é preciso combiná-las com:

  • Receitas “low carb” OU
  • Exercícios físicos [podem ser moderados]
  • Alguns tipos de emagrecedores



Sabe qual o melhor horário para executar?!



Qual o melhor horário para fazer o jejum intermitente?

Jejum intermitente - Qual o melhor horário para fazer
Qual melhor horário para fazer o jejum intermitente | Por wayhomestudio – br.freepik.com

Queremos dizer, primeiramente antes de prosseguirmos, que o melhor horário para a execução do jejum intermitente é durante a noite [madrugada] — principalmente quando você estiver dormindo.

Agora se for o caso de você trabalhar a noite e dormir de dia, então neste caso, é melhor fazer durante o dia.
Enfim, de um jeito ou de outro, o melhor horário é quando podemos aproveitar nossas horas de sono.
Encaixando essas mesmas horas dentro do período de “janela fechada”.

E quando você estiver no período de “janela aberta”, dependendo do tipo de jejum intermitente, procure fazer no máximo duas refeições por dia. Não se esquecendo — claro — de comer pouco durante este período.

Lembrete: as referências de: “janela fechada” e “janela aberta”, se trata dos períodos de: janelas de alimentação.
Ou seja:

  • Janela fechada — o mesmo que: Janela de alimentação fechada
  • Janela aberta — o mesmo que: Janela de alimentação aberta.


Procure deixar de comer antes de dormir

Além disso, quando você estiver se preparando para dormir, procure fazer sua última refeição ou “beliscadinha” em algum petisco, sempre algumas horas antes de dormir.

Portanto, tente e faça um esforço enorme para deixar de comer algo umas 2 horas antes de ir dormir ou de tentar pegar no sono.


Exemplo:

  • Se você for dormir às 10 da noite, deixe de comer algo no máximo às 8 horas da noite
  • Se for dormir à meia noite, procure deixar de comer no máximo às 10 horas da noite.


E para te auxiliar em mais detalhes, até o presente momento [em que escrevemos este post], existe um artigo ou texto interessante da “BBC News | Brasil” que fala sobre se comer antes de dormir pode fazer mal à saúde.



Vimos sobre os benefícios, como fazer o jejum intermitente, melhor horário para execução, etc.. E o que será que pode tomar no jejum intermitente? Isso é o que veremos a seguir…



O que pode tomar no jejum intermitente?

O que pode tomar no jejum intermitente
O que pode tomar no jejum intermitente | Por Racool_studio – br.freepik.com

Entrando agora neste assunto, saiba primeiramente, que durante o momento em que estiver no período de “janela fechada” do jejum intermitente, você pode tomar:

  • Café [sem açúcar ou sem adoçante]
  • Chá [sem açúcar ou sem adoçante]
  • Água [com ou sem gás]

De todos acima, procure dar preferência a água.


A água no processo de emagrecimento

Saiba que a água é bastante importante no processo do emagrecimento.
Isso porque a água, além de hidratar dá uma sensação de saciedade.

No entanto, a água não emagrece de uma forma direta, mas ela é um grande auxiliar em vários processos de emagrecimento. E o jejum intermitente não está fora dessa.

Além disso, ela também é importante no emagrecimento, porque:

  • É um bom auxiliar na queima das calorias
  • Ajuda a aumentar o metabolismo
  • Ajuda a regular o intestino
  • É também, um bom auxiliar na digestão


E para com que você venha a saber mais sobre esse assunto, vou recomendar aqui esse artigo: “Viva Bem — Afinal, beber água mata a fome e ajuda a emagrecer?“.



Saiba agora que, tão importante quanto saber do que se pode tomar no jejum intermitente, da mesma forma, é bom saber também do que NÃO se pode tomar. Isso é o que veremos no tópico a seguir…



O que NÃO pode tomar no jejum intermitente

Entenda, antes de continuarmos, que quando estamos no processo do jejum intermitente, com o intuito de emagrecer, NÃO podemos ingerir alguns tipos de bebida.

Portanto, essas tais bebidas, quando ingeridas, atrapalham bastante na redução de peso e no processo do emagrecimento.
Por isso, citarei alguns tipos, explicando o por quê que devemos evitá-las:


Evite bebidas alcóolicas

Evite bebidas alcoólicas | Emag - O que NÃO pode tomar no jejum intermitente
Evite bebidas alcoólicas – O que NÃO pode tomar no jejum intermitente | Por wayhomestudio – br.freepik.com

Saiba que no processo de emagrecimento, as bebidas alcoólicas podem ser grandes vilãs, devido aos efeitos causados no organismo.

E segundo uma nutricionista, citada no ‘Portal G1’: ‘Karin Honorato’, que fala sobre alguns malefícios da bebida para a saúde, e como atrapalham o processo de emagrecimento, a bebida alcoólica:

  • Atrasa o metabolismo
  • Dificulta a função do fígado
  • Aumenta calorias à toa

E com isso vai atrapalhar o processo de emagrecimento.


Opinião sobre o álcool no emagrecimento

No entanto, o que podemos dizer sobre isso é que o álcool, se for consumido NO MÁXIMO dois copos ou também no máximo um chope de 4 em 4 dias e também:

  • se você NÃO tiver comido nada umas 3 horas antes
  • não comer nada durante o consumo da bebida
  • não comer nada nas próximas 3 horas após o consumo da bebida.

Já nestas condições, isso não vai te prejudicar muito — pelo menos comigo (que escrevo este texto) era assim, quando INGERIA ESSES TIPOS DE BEBIDAS.
Mas é claro que, cada organismo pode reagir de um jeito — cada caso é um caso.

Digo mais ainda que, baseado na minha experiência, o que fazia eu inchar e me sentir estufado, e também bastante desconfortado, era: misturar a bebida alcoólica com as refeições e/ou petiscos.

Posso dizer que isso, é como um “tiro no pé” para quem está em uma fase de emagrecimento. Seja para qualquer tipo de regime ou dieta, incluindo nisso também o jejum intermitente.


Se estiver em festas ou em finais de semana, beba pouco ou moderadamente, se não aguentar

Agora, se você gosta de uma bebida de vez em quando, então procure deixar isso para os finais de semana ou para festas que são planejadas anteriormente.

Porque normalmente você não estará no período de “janela fechada” do jejum intermitente ou de regime nesses períodos de distração ou confraternização — sendo social ou profissional.

No entanto procure dar uma preferência ao vinho. Porque o vinho têm vários benefícios para a sua saúde.

Só não esqueça de uma coisa: quando estiver em um desses períodos de festa ou finais de semana, de beber moderadamente para não prejudicar o seu processo de emagrecimento.

E, não se esqueça também de não se embebedar, porque isso pode prejudicar não só você, mas também a terceiros.


No processo de emagrecimento, se aguentar ficar sem, então evite

Todavia se você aguentar ficar sem beber, então evite a bebida, principalmente no período da perda de peso.

Isso é para com que esse processo de emagrecimento seja e se torne mais satisfatório, e para que não venha também a retardar o seu metabolismo.


Não evite somente as bebidas alcoólicas, procure evitar, da mesma forma, também os refrigerantes. Veremos isso a seguir…


Evite refrigerantes

Evite refrigerntes | Emag - O que NÃO pode tomar no jejum intermitente
Evite refrigerantes – O que NÃO pode tomar no jejum intermitente | Por upklyak – br.freepik.com

Entenda, primeiramente que o consumo de refrigerantes em excesso, faz muito mal para a saúde e também é um grande vilão para o emagrecimento e perda de peso. Isso devido a quantidade de açúcar e de sódio e várias outras substâncias presentes nele.

Certamente a grande quantidade de sódio presente nos refrigerantes faz com que seu corpo passe a reter mais líquidos, podendo prejudicar os rins e o fígado, que são ligados diretamente a filtragem de líquidos que entram no corpo.

E assim, contribuindo bastante para o aumento de peso.

Por isso, se puder evitá-los, evite-os.


Não aguenta ficar sem?

Entretanto se você não aguenta ficar sem refrigerante, tente consumir nos finais de semana ou no máximo em dois dias da semana, diminuindo assim bastante a quantidade ingerida.

E para com que isso aconteça, vá substituindo o refrigerante aos poucos, por bebidas que sejam menos prejudiciais à sua saúde.

Por isso tente e faça um esforço enorme para substituir o refrigerante, por uma bebida que não será nada prejudicial à sua saúde, que neste caso, seria a água [com ou sem gás].

Agora, digo que é bom evitar a qualquer custo os refrigerantes mais escuros e/ou a base de cola.

Esses tipos de refrigerantes, citados na frase anterior, é “um tiro no pé” para quem está fazendo o jejum intermitente — digo isso por experiência própria.


Mais sobre evitar refrigerantes [links úteis]

E se quiser saber mais sobre esse assunto, vou deixar então abaixo alguns artigos ou textos de site para poder te auxiliar mais:


Saiba neste do “Minha Vida”: “As 10 vantagens de cortar o refrigerante da dieta“.
Lá você vai encontrar vários tópicos, incluindo alguns sobre emagrecimento, como esses:

  • Combate o inchaço e retenção de líquidos
  • Melhora o trânsito intestinal
  • Evita a obesidade e ajuda a emagrecer

Entre outros benefícios ou vantagens.


Já este, do site “Delas”, fala de cortar de vez o refrigerante e com isso a pessoa pode emagrecer e evitar doenças: “Saiba por que você deve parar de tomar refrigerante de uma vez por todas“.


Além de tentar evitar as bebidas alcoólicas e os refrigerantes, procure evitar, da mesma forma, os sucos industrializados. Isso é o que veremos a seguir…


Evite sucos industrializados

Evite sucos industrializados | Emag - O que NÃO pode tomar no jejum intermitente
Evite sucos industrializados – O que NÃO pode tomar no jejum intermitente | Por our-team – br.freepik.com

Muito bem, prosseguindo neste assunto de evitar alguns tipos de bebidas para o sucesso do jejum intermitente, assim como as bebidas alcoólicas e os refrigerantes, devemos tentar evitar da mesma forma, os sucos industrializados.

Estes porém podem conter as mesmas composições químicas que estão presentes nos refrigerantes.
Na verdade, acho que não chega a tanto, mas que possuí algo químico, isso sim possuí.

Mas mesmo os sucos industrializados — falando tanto dos sucos de caixinhas, garrafas e também dos de saquinhos [em pó] —, mesmo eles sendo menos prejudiciais, se comparado aos refrigerantes, é muito bom também evitá-los.

Isso porque segundo algumas pesquisas, eles possuem produtos químicos que além de causar várias doenças, inclusive doenças crônicas, eles são um dos vilões para o seu emagrecimento e perda de peso. Isso, com certeza, quando consumido em excesso.

Veja esse post do site: “Bonde” para saber mais sobre: “Sucos industrializados proporcionam aumento de peso e prejudicam a saúde“.

Por isso, procure dar preferência a água.


Agora por outro lado, se não aguenta ficar sem, diminua a quantidade de consumo do mesmo.

Isso consequentemente favorecerá no seu processo de emagrecimento e na prevenção ou controle de algumas doenças, incluindo as doenças crônicas.


Finalizando essa etapa de: ‘o que NÃO pode tomar no jejum intermitente’

Agora finalizando aqui essa etapa, saiba que tanto a cerveja, como o refrigerante e o suco industrializado são prejudiciais à sua saúde e também ao seu emagrecimento e perda de peso — isso certamente quando consumido em excesso.

Porém o que é mais recomendado, é que venhamos a cortar ou parar de consumir esses tipos de bebidas.

Entretanto se não aguenta ficar sem, pelo menos vá tentando ao menos diminuir a quantidade que você ingere.

E então, quando você conseguir diminuir consideravelmente as quantidades ingeridas dessas bebidas, você vai perceber uma melhora no seu processo de emagrecimento e também uma melhora na sua saúde.


Pois bem, terminado esse tópico de ‘o que NÃO tomar no jejum intermitente’, iremos agora para o próximo, onde poderemos saber em quantas vezes por semana podemos fazer o jejum intermitente.
Vamos lá então?!



Quantas vezes por semana posso fazer o jejum intermitente?

Quantas vezes por semana posso fazer o jejum intermitente?
Quantas vezes posso fazer o jejum intermitente por semana? | Por user18526052 – br.freepik.com

Entrando agora nessa parte do texto, falando a respeito de quantas vezes por semana podemos fazer o jejum intermitente, o que podemos dizer é que isso vai depender do método ou do protocolo do jejum que você vai escolher para seguir e executar.

O mais recomendado é que você vá começando devagar, para com que seu corpo e mente vá se adaptando a prática.

Por isso, comece fazendo o jejum de 12h [se você aguentar no início], aproveitando, claro, o período do sono durante esse processo.
Agora se você não aguentar, faça um esforço enorme para parar de comer durante a noite ou no mínimo umas 2 horas antes de dormir ou pegar no sono.

Abaixo iremos falar sobre por quantas vezes na semana podemos fazer o jejum intermitente, separado por seus vários tipos e/ou métodos — pelo menos os que são considerados mais conhecidos:


Quantas vezes posso fazer o Jejum intermitente de 12h, por semana

Pois bem, falando de quantas vezes você pode ou podemos fazer o jejum intermitente de 12h, podemos fazer todos os dias da semana se quisermos.

Isso porque iremos aproveitar o período do sono durante esse processo — como dito anteriormente.

Daí é só se programar para poder executá-lo todos os dias.

Um breve exemplo, é quando paramos de comer ou de ingerir alimentos umas 10 horas da noite, e depois disso, iremos dormir a meia noite. E logo no dia seguinte, fazer o desjejum às 10 da manhã.

Ao acontecer isso, conseguimos cumprir o jejum intermitente de 12 horas.


Então, o jejum de 12h, pode ser executado todos os dias.


Mais acima, no tópico: “Como fazer o jejum intermitente — 12h”, falo um pouco mais sobre isso.

Lembrando que, para esse tipo de jejum intermitente dar certo, você vai precisar juntá-lo: com receitas ‘low carb’ OU com alguns exercícios físicos, e também do auxílio de alguns tipos de emagrecedores.


Quantas vezes posso fazer o Jejum intermitente: 16/8, por semana

Já este tipo de jejum intermitente, em comparação ao jejum de 12h, ele é um pouco mais difícil de ser executado.

No entanto até onde sabemos, esse tipo de jejum pode ser executado todos os dias também.
Isso se você já estiver num certo costume na prática do jejum.

Agora, se você está COMEÇANDO a executar esse tipo de jejum intermitente, é recomendado que se faça no MÁXIMO 3 vezes por semana.


Quantas vezes posso fazer o Jejum intermitente de 24h, durante a semana

Este tipo de jejum intermitente de 24h, é um pouco mais complicado de ser executado.
Isso devido as várias horas sem comer que você ou qualquer um de nós teremos que passar para conseguir cumprir a meta das 24h com êxito.

Porém focando na quantidade de vezes em que ele pode ser executado, o jejum intermitente de 24H, pode ser executado no máximo umas 3 vezes durante a semana.

É claro que podemos fazer por mais dias e mais tempo durante a semana, mas é sempre bom ficarmos ligados com a nossa saúde.
Portanto, devemos ter cautela.
De que adianta emagrecer rapidamente e perdermos ou prejudicarmos nossa saúde?

No entanto se você aguentar fazer por mais dias durante a semana… então faça!
Lembre-se porém de uma coisa: ‘tenha cuidado com a sua saúde’.


Quantas vezes por semana, posso fazer o Jejum intermitente: 5/2

Já neste tipo, o próprio nome já diz: 5/2 ou 5:2.

Isso quer dizer que, poderemos fazer o jejum intermitente em 2 dias da semana.
Esses 2 dias, precisam ser do método do jejum intermitente de 24h ou o de 23/1.

No entanto, você estará no período de “janela fechada” [janela de alimentação] em 2 dias da semana — podem ser dias alternados, você que escolhe.
E nos outros 5 dias da semana, você ficará no período de “janela aberta” [janela de alimentação].

Só não se esqueça de uma coisa: quando estiver no período de “janela aberta”, nos 5 dias da semana, DE COMER MODERADAMENTE.
Se não fizer isso, não vai adiantar nada você ter feito os 2 dias de jejum de “janela fechada”. Podendo assim “recuperar” os quilos perdidos.

Lembrando também que esses 2 dias da semana, podem ser dias alternados, como disse antes — o que é também o mais recomendado.


Terminando essa etapa de ‘quantas vezes por semana posso fazer o jejum intermitente’

Pois bem, citado nestes tópicos acima em quantas vezes por semana podemos fazer o jejum intermitente, procuramos citar as formas que consideramos como as formas mais populares de como executar esse tipo de jejum.

E é claro que, o número de vezes em que se pode fazer o jejum intermitente durante a semana, pode variar de pessoa para pessoa, de acordo com o organismo e a reação de cada um.

No entanto o que podemos dizer a você, é que pelo menos no início, vá executando conforme as informações presentes aqui ao longo deste texto.
Após isso, você vai achando uma forma e também algumas maneiras de executar o jejum intermitente no seu tempo certo. Ou seja, você vai executando e achando uma forma com um tempo que funcione mais para você.

O que voltamos a dizer é que, no mínimo e/ou no início, vá executando conforme as informações passadas.
Por isso pegue leve, não se esquecendo também de cuidar e de tomar cuidado com a sua saúde.


Vamos agora ver quantos quilos dá para perder com o jejum intermitente…



Quantos quilos dá para perder com o jejum intermitente?

Quantos quilos posso emagrecer com o jejum intermitente?
Quantos quilos posso perder com o jejum intermitente? | Por drobotdean – br.freepik.com

Para saber quantos quilos dá para perder com o jejum intermitente, bem, isso vai depender do quanto nos dedicarmos ou o quanto você pode se dedicar a essa prática.


Quantos quilos dá para perder com o jejum de 12h

No caso do jejum de 12h, se misturarmos ele com meia hora diária de exercício, mais uma diminuição considerável de ingestão de alimentos e, fizermos no máximo duas refeições por dia, e também se bebermos somente água, mais o auxílio de alguns tipos de emagrecedores — podemos perder de 500g a 1kg por dia.

Se fizermos o que está citado acima e substituirmos os alimentos considerados comuns por alimentos ‘low carb’, essa substituição pode tornar sua perda de quilos ainda mais satisfatória.


Mas quero recomendar portanto, que você escolha entre: receitas ‘low carb’ OU a prática de exercícios físicos.

Digo isso, porque se você mesclar o jejum intermitente com receitas ‘low carb’ juntamente com exercícios físicos, isso pode causar bastante fraqueza em você — o que chega a ser algo um pouco perigoso.

Portanto é bom escolher entre a ‘low carb’ ou exercícios físicos, porque dependendo do tipo de reação que pode ou vai causar em você, você pode chegar a ter desmaios.

Por isso, tenha cuidado e escolha entre uma opção e outra — essas duas opções juntas são desnecessárias.


Quantos quilos podemos perder com o jejum: 16/8

Já no caso do jejum: 16/8, se executarmos todos os dias, podemos perder mais quilos se comparado com o método de 12h.
Isso porque teremos que executar os períodos de “janela fechada” por mais tempo.

Se executarmos os mesmos passos do método anterior de 12h, que são:

  • Meia hora diária de exercício
  • Diminuir consideravelmente a quantidade ingerida de alimentos
  • Fizer, no máximo, duas refeições por dia
  • Beber somente água
  • Auxílio de alguns emagrecedores.

Neste caso podemos perder de 600g a 1,5kg por dia — com o: 16/8.


Lembrando que isso [perder 600g a 1,5kg / dia], somente ocorrerá se você estiver muito acima do peso ou com o ‘IMC’ considerado, no mínimo, como obesidade ou perto de estar com obesidade.

O contrário disso, você vai perder menos quilos, mas não se preocupe.

Tendo um pouco de paciência, você vai emagrecer, perdendo os quilos indesejados — isso só vai levar mais tempo.

E para conseguir isso, precisa praticar o jejum intermitente de uma forma constante, para dar certo.


Quantos quilos podemos emagrecer com o jejum de 24h

Agora no caso do jejum de 24h, como podemos executar ele no máximo umas 3 vezes por semana, PELO MENOS NO INÍCIO, iremos perder menos quilos por semana, se comparado aos métodos anteriores de 12h e 16/8.

Digo isso, por quê não executaremos ele todos os dias durante a semana.

Entretanto se o fizermos constantemente e com um pouco de paciência, ele se tornará mais eficiente quando comparado aos métodos anteriores.


Agora, dizendo o quanto podemos emagrecer com o jejum de 24h:

  • Se for durante a semana, podemos perder de 3 a 4 quilos, isso se levarmos todo o período do jejum de 24h a sério
  • Se for por mais tempo, como um mês por exemplo, podemos perder de 10 a 12 quilos, dependendo de quanto nos dedicarmos a essa prática e método.

Só lembrando que, para com que o jejum de 24h possa ter um emagrecimento bem satisfatório e para conseguir emagrecer a quantidade de quilos informada acima, teremos que misturar ou mesclar com:

  • um pouco de exercícios físicos OU alimentos e/ou receitas ‘low carb’
  • diminuir consideravelmente a quantidade ingerida de alimentos
  • usar de forma moderada, algum tipo de emagrecedor para auxiliar na redução de peso.

Ou seja, se levarmos bastante ou muito a sério o período do jejum intermitente de 24h, poderemos perder a quantidade de quilos informada aqui.


Quanto podemos perder com o jejum: 5/2

Pois bem, no caso do jejum: 5/2, podemos perder um pouco menos na quantidade de quilos em relação ao jejum de 24h.

Isso porque serão dois dias da semana apenas, onde podemos no máximo ingerir uma quantidade de até 400 a 500 calorias, em cada um desses dias.

Porém falando do quanto podemos perder com o jejum ‘5/2’, podemos perder de 2 a 3 quilos por semana.
Se for comparar a mês: podemos perder de 6 a 9 quilos por mês.
Isso contando com o tanto de dedicação que tivermos na execução deste regime do jejum de ‘5/2’.

Lembrando agora, que precisamos tomar mais cuidado para não ‘recuperar’ os quilos nos dias de não jejum. Isso porque os dias da semana em que praticaremos o jejum, serão iguais a dois dias [podendo ser dias alternados].

E para mantermos o novo peso conquistado com os quilos perdidos, teremos que nos policiar bastante, até entrar na outra semana para iniciarmos o método 5/2 novamente.


Finalizando etapa de: ‘Quantos quilos dá para perder com o jejum intermitente’

Se você estiver com seu ‘IMC — Índice de massa corpórea’ muito acima do normal, você pode chegar a perder por volta de um quilo por dia.

No meu caso, cheguei a perder por volta de 2 quilos em um jejum de 24h. Isso quando meu ‘IMC’ acusava que eu estava com obesidade.


Mas conforme você for chegando no seu peso ideal, a tendência é com que você perca cada vez menos peso.

Agora, para quem quer perder de 4 a 6 quilos em uma semana, vai precisar no mínimo fazer o jejum de 16/8, juntamente com receitas ‘low carb’ OU com um pouco de exercícios físicos, mais algum suplemento emagrecedor para auxiliar na eliminação das gorduras.


Mas enfim, você pode perder vários quilos durante uma semana e pode perder poucos quilos também.
Posso dizer a você que mescle o quanto vai emagrecer com o cuidado que precisa tomar com sua saúde.


Então é isso, terminada aqui essa etapa de quantos quilos podemos perder com o jejum intermitente.
Iremos agora falar um pouco sobre alguns emagrecedores, que irão nos AUXILIAR no processo de emagrecimento…



Auxílio de emagrecedores no jejum intermitente

Emagrecedores no Jejum Intermitente
Emagrecedores no Jejum Intermitente

Como já venho falando ou citando, o uso de emagrecedores pode e vai ajudar bastante na redução de peso, em conjunto com o jejum intermitente.

Existem alguns tipos que ajudam até na diminuição da ansiedade. Aliás, esse é outro ponto importante para com que consigamos fazer o jejum intermitente com bastante êxito.

Enfim, existem alguns que são muito bons. Outros que são muito bons também, mas fazem mal. E outros que não são tão bons assim.
Vou passar aqui alguns que considero bons e que estão com uma boa aceitação:


Detox Caps

Pois bem, falando primeiramente deste tipo de emagrecedor, ele além de ser um bom auxiliar na redução de peso, ele, o ‘Detox Caps’, também:

  • Reduz o apetite
  • Acelera o metabolismo
  • Controla a ansiedade
  • Regula o intestino
  • Queima gordura rapidamente
  • Destrói gordura localizada

E muito mais.

Com as funções de reduzir o apetite e controlar a ansiedade, este emagrecedor é um grande auxiliar para facilitar a execução do jejum intermitente.

Lembre-se das contraindicações do jejum intermitente, porque elas também se encaixam e entram nos emagrecedores.

Abaixo, vou explicar um pouco sobre algumas funções importantes que além de ajudar a executar o jejum, vai auxiliar bastante a queima e eliminação das gorduras para a redução de peso.


Reduz o apetite

Com o auxílio de um emagrecedor como este, em que ele ajuda a reduzir o apetite, isso será muito importante para com que possamos executar o jejum intermitente com mais facilidade.

Também a redução do apetite, vai fazer com que venhamos a comer menos nos dias de ‘janela aberta’. Ou seja, vai fazer com que venhamos a ingerir uma quantidade menor de alimentos.
E isso é extremamente importante para a redução de peso.


Acelera o metabolismo

O aceleramento do metabolismo é fundamental para o sucesso na redução de peso e eliminação das gorduras localizadas.

Por isso, este complemento passa a ser importante para auxiliar-nos no processo da conquista da redução de peso.


Controla a ansiedade

Sabia que muitas pessoas engordam devido ao descontrole da ansiedade?

Pois é, ela também é uma das culpadas quando ocorre o famoso “efeito sanfona”.

Porque mesmo se a pessoa consegue chegar no peso ideal, ao estar ansiosa, mesmo sem saber ou ter consciência disso, ela vai descontar toda a sua preocupação, nervosismo, e agitação, etc. — na comida.

Tentando assim aliviar a dor que sente inconscientemente.
E com isso, prejudicando a sua silhueta e voltando ao peso anterior indesejado.

Portanto, controlar a ansiedade, é bastante importante, não somente para conseguir executar o jejum intermitente, mas também para poder manter o peso, depois de conseguir chegar no peso tão sonhado e ideal.


Regula o intestino

No jejum intermitente, poder eliminar as gorduras em excesso e indesejadas, também é um passo importante para com que o mesmo venha a ter sucesso na sua execução.

Por isso, ter um intestino regulado, vai nos ajudar a eliminar o excesso de gordura pelas fezes.

E outra vantagem também de ter um intestino regulado, é de ter o organismo trabalhando normalmente, eliminando assim os alimentos ingeridos de uma forma em que vai ajudar no processo da perda de peso.


Queima gordura rapidamente

Essa função, faz com que o emagrecimento se torne ainda mais satisfatório.

Só teremos que tomar cuidado depois quando emagrecermos, com o “efeito sanfona”.


Destrói gordura localizada

Sabe aquela gordura localizada no seu corpo, que é difícil de ser eliminada?

Pois é, com o auxílio desse emagrecedor, juntamente com a prática do jejum intermitente, você pode conseguir com muito êxito destruir as gorduras localizadas.


‘Detox Caps’ é um bom auxiliador no jejum intermitente

Saiba que o ‘Detox Caps’, têm outras funções além dessas citadas aqui — são muitos os seus benefícios.
Quis porém focar mais ou somente na parte, onde ele vai nos auxiliar no processo do jejum intermitente, e no auxílio da eliminação das gorduras.

Por muitas vezes, gastamos nosso dinheiro em emagrecedores que não ajudam em nada no processo de emagrecimento.
O que NÃO é o caso deste citado aqui.

No entanto para com que possamos ter um proveito louvável no uso de emagrecedores, incluindo este citado aqui, precisamos usá-los de uma forma recomenda e moderada.

O uso em excesso de emagrecedores, causa o efeito contrário do emagrecimento.

Por isso, ao exagerar na dose, nos emagrecedores, NÃO VAI NOS AJUDAR A PERDER PESO, E SIM A “GANHAR” AINDA MAIS.
Portanto, precisamos usá-los com bastante cautela e cuidado, para que NÃO ocorra o contrário daquilo que desejamos.

Acesse este link para saber um pouco mais sobre ele: DETOX CAPS.
Espero que ele lhe seja um grande auxiliar no processo do jejum intermitente, ajudando assim a perder o peso indesejado.


Sibutramin

Já o ‘Sibutramin’, é um emagrecedor que vai ajudar bastante também na eliminação de gorduras no jejum intermitente.

Ele é um produto que vem agradando bastante quem o usa, com a promessa de eliminar 8 kg’s por mês — isso segundo eles.
E isso no entanto, pode ficar ainda melhor, se combinado com o jejum intermitente de 12h ou 16/8, juntamente com receitas ‘low carb’ OU com um pouco de exercícios físicos.

Composto com ingredientes 100% naturais, o risco de causar mal a nossa saúde, é muito baixo em relação aos outros emagrecedores.

Lembre-se porém das contraindicações do jejum intermitente, porque elas também se encaixam e entram nos emagrecedores.

Algumas funções do ‘Sibutramin’ são:

  • Elimina gordura localizada
  • Acelera o metabolismo
  • Faz o intestino funcionar mais rápido
  • Promove a queima de gordura
  • Bom inibidor de apetite

Isso e muito mais.

Com as funções de: ‘acelerar o metabolismo’, ‘inibidor de apetite’, entre outras funções mais, o ‘Sibutramin’ vai aumentar em muito a probabilidade de sucesso do jejum intermitente.

Por isso, vou tentar explicar um pouco mais sobre as funções citadas aqui:


Elimina a gordura localizada

Essa função, quando combinada com o jejum intermitente, vai fazer com que o emagrecimento seja bastante satisfatório, eliminando aquela gordura que é difícil de sair do corpo.

Um dos trabalhos finais do jejum intermitente, deste emagrecedor, juntamente com uma prática razoável de exercícios físicos, é exatamente chegar neste ponto de eliminar a gordura localizada.

E com isso, você vai passar a ter o prazer de caber nas roupas.

Portanto, isso é algo que vai fazer valer muito a pena, o esforço com o jejum intermitente, auxiliado com esse emagrecedor.


Acelera o metabolismo

Para com o emagrecimento aconteça de uma maneira bastante satisfatória, essa função de: ‘acelerar o metabolismo’, é muito importante para com que o organismo consiga absorver as gorduras indesejadas.

Portanto ele é fundamental para o sucesso da perda e redução de peso.


Faz o intestino funcionar mais rápido

Algo que ajuda a fazer o intestino funcionar mais rápido, é essencial para com que o organismo elimine os alimentos ingeridos. Deixando-o mais livre e facilitando assim o seu trabalho na absorvição e na eliminação de gorduras indesejadas.

E toda a gordura que o organismo conseguir absorver, serão eliminadas com mais rapidez, devido ao bom funcionamento do intestino.

Portanto, isso será um grande auxiliar para o demasiado sucesso no jejum intermitente.


Promove a queima de gordura

Perceba que essas funções estão interligadas, inclusive esta aqui.

Portanto, com o metabolismo acelerado, devido a ajuda deste emagrecedor, ele [Sibutramin], vai promover também a queima de gordura.

Depois da queima da gordura, ela será absorvida e eliminada do seu corpo. Favorecendo assim a perda de peso e emagrecimento.


Bom inibidor de apetite

Essa função de inibir apetite, facilita a prática do jejum intermitente.

Você sentindo menos fome e comendo bem menos, como dito anteriormente aqui, vai fazer com que o organismo consiga trabalhar para queimar e eliminar as gorduras indesejadas.

O esforço que você terá que fazer é ocupar o seu tempo para EVITAR ficar pensando em comida.


‘Sibutramin’ é um bom auxiliador no jejum intermitente

Com todas as funções em que ele é capaz de promover, ele é um grande auxiliador para a prática do jejum intermitente e também, na eliminação de gorduras indesejadas, como dito anteriormente — facilitando assim o emagrecimento e perda de peso.

Por muitas vezes, adquirimos emagrecedores que não ajudam em nada no emagrecimento, o que NÃO é o caso deste.

Agora, lembre-se que para com que o emagrecedor tenha sucesso em suas funções, é preciso usá-lo da forma recomenda e moderada.

Se não fizermos isso, ele causará exatamente o efeito contrário do emagrecimento, fazendo com que venhamos a “ganhar” mais peso e consequentemente a engordar ainda mais.

Portanto, precisamos saber usá-los para com que ele venha a cumprir com as suas funções prometidas.


Acesse o link para saber mais sobre este emagrecedor, que pode e vai te auxiliar muito na redução de peso em conjunto com o jejum intermitente: SIBUTRAMIN.

Espero que este seja um grande auxiliar no processo do jejum intermitente e na redução de seu peso.




Vamos agora falar um pouco sobre: “Os exercícios físicos no jejum intermitente”.



Os exercícios físicos no jejum intermitente

Saiba que emagrecimento sem esforço nenhum, simplesmente NÃO existe — segundo os nossos conhecimentos.

Se emagrecer fosse algo fácil, por que então temos tantas pessoas acima do peso, como temos atualmente no planeta?

Isso, segundo a ‘OMG – Organização Mundial da Saúde’. Segundo eles, a obesidade é uma epidemia mundial, não somente entre crianças e adolescentes, mas também entre adultos.

E para ficar fora disso, precisamos nos dedicar e decidir NÃO fazer parte dessas estatísticas.

Por isso, para com que possamos perder peso com êxito, precisamos fazer algum esforço para conseguir.

Portanto é preciso combinar exercícios físicos com o jejum intermitente.

Os exercícios físicos, não precisam ser praticados de uma forma exagerada. É somente para auxiliar na aceleração do metabolismo, e consequentemente na eliminação das gorduras indesejadas.

Você pode praticar um tipo de exercício físico bem fácil de ser executado e que trará bastante resultado. O que recomendo, neste caso, como exemplo, é a caminhada.

Agora, recomendamos que EVITE exercícios físicos de alta intensidade [HIIT], juntamente com a prática do jejum intermitente. Isso pode ser muito perigoso, misturar essas duas práticas.


A prática de exercícios físicos chega a ser opcional no caso do jejum seco ou jejum comum, onde não se come e não se bebe nada.

No jejum intermitente, a prática de exercícios físicos, pode chegar a ser opcional também, quando NO MÌNIMO, se pratique o jejum intermitente de 24h ou que se execute o jejum intermitente de 16/8.

Porém se quiser tornar o emagrecimento com jejum intermitente mais satisfatório, combine-o com exercícios físicos moderados.


Lembrando que você pode escolher entre praticar o jejum intermitente com exercícios físicos OU com receitas ‘low carb’.



Muito bem! E se quisermos combinar o jejum intermitente com receitas ‘low carb’?


O jejum Intermitente com ‘low carb’, mais exercícios

Saiba que a escolha [na hora de comer] por alimentos ou receitas ‘low carb’, é algo que pode tornar o emagrecimento com o jejum intermitente ainda mais satisfatório — como dito anteriormente.

É bom EVITAR misturar exercícios físicos com ‘low carb’ e jejum intermitente.
No entanto caso queira praticar exercícios físicos, juntamente com essas duas práticas: jejum intermitente E ‘LOW CARB’, você pode fazer o seguinte:

  • Caminhe de 5 a 10 minutos [no máximo]
  • Pode ser em:
    • voltas no quarteirão de onde você mora
    • ir para um ponto de ônibus mais longe
    • evitar ir de carro a algum lugar que seja perto, enfim, você que escolhe como praticar
  • Para passar o tempo, você pode ouvir alguma música que te motive [OPCIONAL]
  • Se alguém quiser caminhar de 5 a 10 minutos com você e/ou te acompanhar, aceite.


NÃO mescle ou misture de jeito nenhum EXERCÍCIOS MAIS PESADOS com ‘low carb’ e jejum intermitente

Já no caso de praticar exercícios mais pesados como: “HITT”, NÃO MISTURE de jeito nenhum essa prática se você estiver se alimentando com receitas ‘low carb’ e fazendo também o jejum intermitente.

Significado de “HITT'”— [sigla em inglês para: “High Intensity Interval Training”], “treino intervalo da alta intensidade” ou simplesmente: “exercícios de alta intensidade”.

Isso porque, o jejum intermitente já é algo que vai fazer você não comer no período de ‘janela fechada’. O que pode fazer você já sentir um pouco de fraqueza — pelo menos no início da prática.

Por isso, se você mesclar o jejum intermitente, com exercícios físicos mais pesados como o “HITT” e mais receitas ‘low carb’, como consequência disso, você pode ter muita fraqueza e/ou passar mal — podendo chegar até a sofrer desmaios.

Portanto, é preciso tomar bastante cuidado.



A ‘low carb’, com o jejum intermitente pode ser algo bom

Se alimentar com receitas ‘low carb’, juntamente com a prática do jejum intermitente, pode fazer você emagrecer bastante.

E isso, SEM o auxílio da prática de exercícios físicos normais ou mais pesados, o que NESTE CASO, se torna algo desnecessário — na nossa opinião.

No entanto, para com que isso possa dar certo, é preciso ter muita disciplina.



Conclusão

‘Ufa’, finalmente chegamos ao fim dessa longa jornada que foi ver e também aprender mais sobre o jejum intermitente.

Acredito que todo este conteúdo possa ter ajudado e possa também ter esclarecido algumas coisas sobre o jejum intermitente, que podem ser bem úteis na execução do mesmo.


Não esqueça de compartilhar este conteúdo com alguém que você acha que precisa ou que queira saber.
Fique a vontade também para deixar seu comentário…

Ah, lembre-se também que para ter um sucesso bastante satisfatório com o jejum intermitente, concilie a prática do jejum com alguns emagrecedores, como: o Sibutramin e/ou Detox Caps. [Links mais acima na parte do texto que fala sobre cada um deles].

Usando estes emagrecedores que estamos recomendando aqui, o sucesso que você poderá ter no jejum intermitente será ainda mais satisfatório!

Sobre Wilson Webb

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *